Beasts of No Nation e os Direitos da Criança

Beasts of No Nation é um filme de Cary Joji Fukunaga de 2015 que retrata o drama das crianças soldado, forçadas a assistir a conflitos armados na primeira pessoa, bem como a cometer atrocidades. Neste filme, Agu (Abraham Attah) vê a sua família ser morta no conflito armado que esventra o país e consegue fugir temporariamente até ser capturado pelas forças rebeldes em combate. Sem escolha, é treinado para se converter numa criança soldado, matando, destruindo, sendo vítima de violência física e sexual, de fome, mas sem nunca perder a esperança de rever a mãe e a irmã bebé que tinham conseguido escapar para a capital.

Um filme sobre um país não identificado, mas que poderia ser qualquer um onde os direitos das crianças não são respeitados, onde são forçadas a abandonar a sua aldeia, a escola, a conviver com a violência, a anularem a sua identidade em prol de conflitos que não compreendem, criados por adultos que pouco se importam com o seu próprio povo. Um excelente filme, pela visão crua e realista da violência a que os civis são expostos e pelo desaparecimento da centelha de humanidade nos olhos dos protagonistas.

Facebook Comments

Professora/Formadora. Licenciatura em Filosofia. Mestre em Comunicação Educacional Multimédia. Especialização em Igualdade de Género. Formação em Filosofia com Crianças pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e pela Associação Portuguesa de Ética e Filosofia Prática. Membro de SOPHIA – European Foundation for the Advancement of Doing Philosophy with Children. Formadora / Tutora em e-learning.

Marcados com: , ,
Publicado em Direitos Humanos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Arquivo