Breve história do pós-humanismo: Elementos de genealogia e criticismo

Breve história do pós-humanismo:
Elementos de genealogia e criticismo
Francisco Rüdiger1
PUC-RS

 

Resumo: Nosso objetivo é apontar as linhas gerais e grandes etapas de formação do movimento pós-humanista. Deseja-se salientar como se compõem nele, entre outros, os conceitos de trans e pós-humanismo. Tomando Nietzsche como ponto de partida da idéia, assinalam-se três momentos. O primeiro vai da época do filósofo até os anos 1960. O segundo corresponde à era de aparecimento do pensamento cibernético, dos 60 aos 1980. A última coincide com a organização dos grupos simpatizantes da idéia do pós-humano. Concluindo, o artigo lança alguns elementos para analisar o significado deste fenômeno de cibercultura sem mistificação, mas seriamente do ponto de vista histórico.

 

Pos Humanismo by Sérgio Lagoa on Scribd

 

 

Facebook Comments

Licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 1995, é Professor no Ensino Secundário desde 1994/5 e Formador de professores, com o registo CCPFC/RFO-38329/17. Mestre em Ensino de Filosofia (Faculdade de Letras da Universidade do Porto). Mestre em Pedagogia do e-learning (Universidade Aberta). Site pessoal: http://sergiolagoa.wordpress.com . Coeditor do site Mil Folhas -- http://www.milfolhas.net Contacto: aulas.sergiolagoa@gmail.com

Marcados com: , ,
Publicado em Filosofia da Informação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Arquivo