CitizenFour e o Direito à Privacidade e à Liberdade de Expressão

Trata-se de um documentário de 2014 da autoria de Laura Poitras sobre o caso Snowden e a fuga de informação sobre as escutas feitas pela NSA sobre cidadãos norte-americanos e não só.

Ao longo de cerca de 114 minutos, Snowden explica a motivação por detrás da exposição do abuso de poder das autoridades norte-americanas sobre o direito à privacidade e, por consequência, à liberdade de expressão, bem como todos os cuidados, medos e consequências não só para si, mas mesmo para com os jornalistas e realizadora que assumiram a divulgação e realização do documentário.

É uma interessante abordagem ao problema da restrição da liberdade individual como consequência da desculpa do combate ao terrorismo e que tem vindo a ser crescentemente debatido, dado que quando se invade o direito à privacidade de comunicarmos com quem quisermos e quando quisermos, restringe-se o direito à liberdade de expressão.

Até que ponto pode a necessidade de segurança de um Estado sobrepor-se aos direitos individuais, nomeadamente ao da privacidade? Até onde estamos dispostos a abdicar em nome desta suposta segurança? Que consequências advêm do facto de sermos vigiados na comunicação, nas pesquisas online, nos posts que colocamos numa página online? Um documentário para ver e, sobretudo, para pensar e debater. Com urgência.

Facebook Comments

Professora/Formadora. Licenciatura em Filosofia. Mestre em Comunicação Educacional Multimédia. Especialização em Igualdade de Género. Formação em Filosofia com Crianças pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e pela Associação Portuguesa de Ética e Filosofia Prática. Membro de SOPHIA – European Foundation for the Advancement of Doing Philosophy with Children. Formadora / Tutora em e-learning.

Marcados com: , , , , , , ,
Publicado em Cinema e Filosofia, Direitos Humanos, Pensamento Crítico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Arquivo