David Hume – Da natureza das crenças

Assim todo o raciocínio provável não é senão uma espécie de sensação. Não é somente em poesia e música que devemos seguir o nosso gosto e sentimento, mas igualmente em filosofia. Quando estou convencido de um princípio qualquer é apenas uma ideia que me fere mais fortemente. Quando dou preferência a uma série de argumentos em relação a outra, não faço outra coisa senão decidir de acordo com o que sinto relativamente à superioridade da sua influência.
David Hume, Tratado da Natureza humana, tr. Serafim da Silva Fontes, Calouste Gulbenkian, p. 140.
Facebook Comments

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.