O Ensino de Filosofia e sua Transposição Didática: Vídeo II

Falar em Ensino de Filosofia leva-nos a colocar imediatamente algumas questões, tais como o que é a Filosofia e como diferenciá-la em relação às restantes áreas do conhecimento.
A Filosofia é definida como atividade racional que procede por meio de conceitos.
Robinson Santos apresenta o ponto de vista de Kant, segundo o qual não se pode aprender Filosofia mas sim a filosofar. Esta afirmação deve ser entendida como a negação do ensino da filosofia enquanto doutrinação dogmática. Não se trata de aprender pensamentos, mas de aprender a pensar. Portanto, um ensino de Filosofia que seja meramente historicista não é uma autêntica forma de ensinar a filosofar. Para Kant, o modo pelo qual se pode aprender filosofia é o método zetético, isto é, um método de reflexão e concluir por si mesmo. Isto é, o estudante não deve ser doutrinado, mas sim conduzido a ser capaz de pensar por si próprios, conquistando a autonomia no pensar e no agir. Da mesma forma, nota Robiinson Santos, Desidério Murcho também realça a necessidade de aprender a filosofia, a pensar por si próprio, e não a recitar autores.

Facebook Comments

Licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 1995, é Professor no Ensino Secundário desde 1994/5 e Formador de professores, com o registo CCPFC/RFO-38329/17. Formador no Ensino Profissional desde 2001/2, com CAP nº EDF 8750/98 DN do IEFP. Mestre em Pedagogia do e-learning. Site pessoal: http://sergiolagoa.wordpress.com . Co-editor do projeto Corpo e Mente -- www.corpoemente.net Co-editor do site Mil Folhas -- http://www.milfolhas.net Contacto: aulas.sergiolagoa@gmail.com

Marcados com: ,
Publicado em Didática da Filosofia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Arquivo