Mestrado em Filosofia 2016/2017 (FLUP)

Faculdade de Letras – Universidade do Porto

Mestrado em Filosofia

2016/2017

Candidaturas:
1º fase: 22 maio – 5 junho
2ª fase: 22 agosto – 4 setembro
3ª fase: 11 outubro – 12 outubro

Diretora de Curso: Sofia Miguens
Áreas de especialização a abrir em 2015-2016: Filosofia Contemporânea; Ética e Filosofia Política
Contactos: Ana Gonzalez: sectorreb@letras.up.pt; 220427646;
Sónia Tavares, Serviços Académicos: stavares@letras.up.pt

Objectivos O Ciclo de Estudos (CE) conducente ao grau de Mestre em Filosofia visa aprofundar competências científicas e metodológicas com vista à aquisição de capacidades especializadas para a investigação em filosofia e/ou o exercício profissional em atividades diversas (tais como o ensino, o jornalismo ou a gestão cultural). Os 4 ramos do CE focam, respetivamente questões de ética, filosofia política e antropologia filosófica (Ramo Ética e Filosofia Política), questões pedagógicas e relativas aos fundamentos dos direitos humanos (Ramo Filosofia da Educação), autores e temas em todos os domínios filosóficos na época medieval (Ramo Filosofia Medieval), autores e temas em todos os domínios filosóficos na época contemporânea (Ramo Filosofia Contemporânea), com ênfase nas áreas da epistemologia, mente e ação e estética e artes.

Áreas Os ramos do Mestrado correspondem de forma próxima à organização do Instituto de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, representando o Ramo Ética e Política uma confluência da atividade de investigação realizada nos Gabinetes de Filosofia Medieval, Filosofia Moderna e Contemporânea e Filosofia da Educação.

Parcerias O Departamento de Filosofia conta com numerosos protocolos Erasmus, que asseguram parcerias internacionais ao Mestrado (por exemplo: Alemanha: Heinrich-Heine-Universität Düsseldorf; Goethe Universität – Frankfurt, Universität Paderborn; Espanha: Universitat Autónoma de Barcelona; Universidad Complutense de Madrid; Universidad de Málaga; Universidad de Murcia; Universidad de Santiago de Compostela; Finlândia: Jyväskylän Yliopisto; França: Université Blaise Pascal – Clermont-Ferrand; Université de Paris VIII; Itália: Università degli Studi di Milano; Università degli Studi di Palermo; Università di Pisa; Liberà Università Maria Ss. Assunta – Roma; Polónia: Uniwersytet Mikolaja Kopernika – Torún; Turquia: Ankara Bilkent Üniversitesi, Istambul Koç Üniversitesi. Áustria: Wirtschaftsuniversität – Wien). O Instituto de Filosofia conta também com numerosas colaborações internacionais (centros e investigadores) dos seus grupos de investigação e projetos. Investigadores destes centros e universidades frequentemente colaboram no Mestrado, assegurando nomeadamente a docência de seminários especiais dentro dos seminários regulares.

Competências O CE visa promover a aquisição e o desenvolvimento de conhecimentos, aptidões e competências nas áreas de especialização Ética e Filosofia Política, Filosofia da Educação, Filosofia Medieval e Filosofia Contemporânea. Estas competências específicas deverão erigir-se sobre um conhecimento global da filosofia como área – este ponto é fundamental sobretudo considerando que o CE está aberto a estudantes provindos de áreas científicas extremamente diversas. Os estudantes deverão assim tornar-se capazes de interpretar e utilizar a terminologia especializada da filosofia em geral e das áreas de especialização. Deverão ser capazes de reconhecer problemas, teorias e argumentos nessas áreas, e manifestar os conhecimentos e aptidões adquiridos através da produção de escritos (ensaios, dissertações) originais e outras intervenções intelectuais académicas e extra-académicas.
A cada momento existe uma relação íntima entre o Ciclo de Estudos e a agenda de investigação do Instituto de Filosofia. Esse será o caso em 2015-2020 no que respeita às três linhas temáticas, Filosofia Medieval e Moderna, Filosofia Contemporânea, e Filosofia da Educação. A rede de colaborações do Instituto de Filosofia assegura permanentemente aos estudantes do Mestrado a possibilidade de testarem os resultados da sua investigação em fóruns internacionais, paralelamente à exposição e defesa na UP dos trabalhos resultantes das actividades do Ciclo de Estudos.
É esperada a participação dos estudantes do Ciclo de Estudos nesses fóruns nacionais e internacionais de investigação, apresentando trabalho próprio produzido nos ramos de Ética e Filosofia Política (por exemplo relativo a questões como democracia e teorias da justiça) Filosofia da Educação (por exemplo relativo a pedagogias e fundamentos dos direitos humanos), Filosofia Medieval (relativo a autores e temas em todos os domínios filosóficos na época medieval, e Filosofia Contemporânea, (relativo a questões da epistemologia, mente e ação e estética e artes).

Faculty of Arts – University of Porto
Masters in Philosophy
2016-2017

Programme director: Sofia Miguens
Areas of specialization open in 2016-2017: Contemporary Philosophy; Ethics and Political Philosophy

Objectives: The cycle of studies leading to the Master’s degree in Philosophy aims at deepening scientific and methodological competences of students so that they develop specialized capacities for research in Philosophy and/or professional activities (e.g. teaching, journalism or cultural administration). The 4 areas of specialization of the Programme focus, respectively, on ethics, political philosophy and philosophical anthropology (Ethics and Political Philosophy), on issues concerning pedagogy and the foundations of human rights (Philosophy of Education), on topics in all philosophical disciplines in the Medieval period (Medieval Philosophy) and on current issues in all philosophical disciplines, with special attention to the domains of epistemology, mind and action, and aesthetics and the arts (Contemporary Philosophy).

Areas of specialization: The areas of specialization of the Programme reflect the internal organization of the Institute of Philosophy into 3 units (Gabinete de Filosofia Medieval, Gabinete de Filosofia da Educação, Gabinete de Filosofia Contemporânea); the area of Ethics and Political Philosophy represents a convergence of the research interests of the 3 ‘Gabinetes’.

Partners: The Department of Philosophy counts on numerous Erasmus’ Protocols (e.g. in Germany Heinrich-Heine-Universität Düsseldorf; Goethe Universität – Frankfurt, Universität Paderborn; in Spain: Universitat Autónoma de Barcelona; Universidad Complutense de Madrid; Universidad de Málaga; Universidad de Murcia; Universidad de Santiago de Compostela; in Finland: Jyväskylän Yliopisto; in France: Université Blaise Pascal – Clermont-Ferrand; Université de Paris VIII; in Italy: Università degli Studi di Milano; Università degli Studi di Palermo; Università di Pisa; Liberà Università Maria Ss. Assunta – Rome; in Poland: Uniwersytet Mikolaja Kopernika – Torún; in Turkey: Ankara Bilkent Üniversitesi, Istambul Koç Üniversitesi; in Austria: Wirtschaftsuniversität – Wien). The Institute of Philosophy’s collaborations with many research Centers around the world assure frequent external participation in teaching within the Programme. Thus, special research-related seminars, connected with the various research groups and ongoing extrnally funded projects, regularly take place within the courses of the Masters Programme.

Competences: The Programme aims at building knowledge and developping competences in the areas of specialization of Ethics and Political Philosophy, Philosophy of Education, Medieval Philosophy and Contemporary Philosophy. These specific comptences should be built on a global knowledge of Philosophy as a field – this is particularly important given the fact that the Masters welcomes students with very diverse scientific backgrounds. This means that students should master the specialized terminology of Philosophy and also master theories and arguments in the specific domains of the Programme. They should manifest such knowledge and competences in producing original essays and dissertations, as well as other kinds of academic and extra-academic intellectual productions. There is at each moment an intimate connection between the Programme and the research agenda of the R&D Unit (the Institute of Philosophy). Such will be the case, namely, for the three Thematic Lines for 2015-2020 (Medieval and Early Modern Philosophy, Contemporary Philosophy and Philosophy of Education). This means, among other things, that, alongside the defense of their work at UP, students’ work will be put to test in various international fori, within the large network of scientific collaborations of the Institute.

A measure of the degree of fullfilment of the SC will be the participation of its students in the national and international research fori of the R&D Unit, presenting original work in the areas of Ethics and Political Philosophy (concerning e.g. questions of democracy and theories of justice), Philosophy of Education (concerning e.g. questions of pedagogy and human rights), Medieval Philosophy (concerning authors and topics of all philosophical domains in the period) and Contemporary Philosophy (concerning particularly questions regarding epistemology, mind and action, aesthetics and the arts).

Facebook Comments

Licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 1995, é Professor no Ensino Secundário desde 1994/5 e Formador de professores, com o registo CCPFC/RFO-38329/17. Mestre em Ensino de Filosofia (Faculdade de Letras da Universidade do Porto). Mestre em Pedagogia do e-learning (Universidade Aberta). Site pessoal: http://sergiolagoa.wordpress.com . Coeditor do site Mil Folhas -- http://www.milfolhas.net Contacto: aulas.sergiolagoa@gmail.com

Marcados com: , , ,
Publicado em Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Creative Commons
Arquivo