“O que é a educação?” é tema do Café Filosófico de fevereiro

Os grandes veículos de comunicação e as revistas especializadas veem
discutindo sistematicamente a questão da educação no Brasil. Mas para
entender melhor os avanços, recuos e impasses educacionais brasileiros há
que se ter, primeiramente, uma resposta para uma pergunta fundamental: o
que é a educação?

Quem vai apresentar respostas para essa indagação é o professor de
Filosofia José Trindade Santos, convidado especial da nova edição do Café
Filosófico, que acontece, no dia 28 deste mês, às 17h, no auditório do
Zarinha Centro de Cultura, na Avenida Nego, 140, em Tambaú. A entrada é
gratuita, mas é necessário fazer reserva antecipada na recepção ou pelo
telefone 4009-1130.

José Trindade Santos explica que o objetivo da conferência “O que é a
educação?” é dar uma ideia dos principais problemas com que se confronta
hoje a educação. “Para compreender o que é a educação, começaremos por
prestar atenção às circunstâncias em que, na Atenas clássica, pela
primeira vez ela foi abordada como um problema a resolver”, acrescenta.

Ele ressalta que esse momento particular registrado na Grécia antiga é
decisivo na Cultura Ocidental porque as formulações a que então se chegou
continuarão válidas durante séculos, até à atualidade. “Encarada como
estratégia necessária à preservação da sociedade, a educação é sempre
obrigada a responder a três perguntas: O que ensinar? A quem? Como?”,
salienta.

O professor afirma que é a partir das respostas dadas a estas perguntas
que se chega à definição dos três vetores ainda hoje determinantes do
processo educativo: o currículo, a sociedade e a escola. “Definido o
currículo, tentaremos por fim aplicar esta grade conceitual à educação,
como ela é praticada aqui e agora, terminando com um debate sobre Ética e
o seu lugar no currículo hoje”, completa.

http://www.paraiba.com.br/noticia.shtml?89710

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.