O que é a justiça?

Gémeos escapam à forca porque polícia não consegue identificar criminoso

Dois irmãos gémeos idênticos escaparam ao enforcamento por tráfico de
droga porque a juíza não conseguiu provar qual dos irmãos era culpado e
recusou-se a sentenciar a pessoa errada, noticiou o diário anglófono New
Straits Times. Assim, Sathis e Sabarish Raj, de 27 anos, saíram ambos em
liberdade.

Um dos irmãos foi detido em Agosto de 2003, no momento em que transportava
no seu carro 166 quilos de haxixe e quase dois quilos de ópio bruto, em
direcção a uma casa, nos arredores da capital do país, Kuala Lumpur. O
segundo chegou pouco tempo de depois ao local, acabando por ser também
preso. E esse foi o erro (mas a salvação do criminoso) porque a partir
daí, nem os polícias nem os testes de ADN conseguiram distinguir qual
deles tinha estado na posse da droga.

A juíza Datuk Zaharah Ibrahim afirmou que, apesar de o Ministério Público
ter provado que um dos irmãos era o responsável pela droga encontrada na
casa e no carro, as dúvidas sobre a quem pertencia impediam uma
condenação. “Este é um caso único… Apesar de um deles ter de ser chamado
à defesa, não posso chamar o gémeo errado. Também não posso mandar
enforcar o gémeo errado”. Os dois saíram do tribunal a chorar.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.