Rui Nunes apresenta livro sobre regulação da Reprodução Medicamente Assistida

A obra “Representações jurídicas das tecnologias reprodutivas: contributos para uma reflexão”, coordenada por Susana Silva e Luísa Veloso, investigadoras do Instituto de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, apresenta uma colectânea de textos que analisam algumas questões jurídico-legais, éticas e sociais colocadas pelas recentes utilizações das técnicas de reprodução medicamente assistida, a partir de percepções interdisciplinares ancoradas na sociologia e no direito.

Judit Sándar, investigadora no domínio da ética e direito biomédicos, autora de diversas publicações nesta área, e Amélia Augusto, socióloga investigadora na área da infertilidade, expõem as dificuldades do direito em regular e acompanhar as várias vertentes jurídicas, éticas e sociais associadas à reprodução medicamente assistida. A jurista Vera Lúcia Raposo analisa as modalidades jurídicas de disposição de embriões excedentários e Susana Silva analisa o caso da doação de gâmetas em Portugal.

O tema perfeitamente actual permite captar a atenção de um público-alvo diversificado, interessado na reprodução medicamente assistida: juristas, legisladores, profissionais de saúde, cientistas sociais, estudantes, cidadãos e, em particular, os indivíduos que recorrem a estas técnicas.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.