Arquivos do Blog

Livre-arbítrio e determinismo na ação humana.

Uma dissertação de mestrado de Bárbara Viviana Moreira Monteiro, intitulado “Livre-arbítrio e determinismo na ação humana. Uma aplicação ao ensino de Filosofia no Ensino Secundário”, com orientação do Prof. Doutor José Meirinhos. Muito útil e interessante para professores do ensino

Marcados com: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Publicado em Páginas de Filosofia

Duel (1971), Steven Spielberg

O que é a ação? O que é uma cadeia causal? Existe determinismo na ação humana? Ou existe livre-arbítrio? Em que consiste a intenção? Somos responsáveis pelas nossas ações? Quais são as razões ou, desejos e motivações que nos levam

Marcados com: , , , , , , , , , , , , , , ,
Publicado em Sem categoria

Dennett sobre Determinismo e Livre-arbítrio

DENNETT: O determinismo não é um problema. O que queremos é liberdade, e liberdade e determinismo são inteiramente compatíveis. De facto temos mais liberdade se o determinismo for verdadeiro do que se não for. REASON: Porquê? DENNETT: Porque se o

Marcados com: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Publicado em Sem categoria

O que é a causalidade intencional?

O tipo de causalidade que é essencial à estrutura da acção e à explicação da acção é a causalidade intencional. Os movimentos corporais das nossas acções são causados pelas nossas intenções. As intenções são causais porque fazem acontecer coisas; (…)

Marcados com: , , , , , , , , , , , , , ,
Publicado em Sem categoria

O determinismo é insustentável

Com efeito, na sua forma clássica, o determinismo defende que todo o efeito possui uma causa situada na natureza. Esta causa é, ela mesma, necessariamente o efeito de uma outra causa também presente na natureza que, consequentemente, é por sua

Marcados com: , , , , ,
Publicado em Sem categoria
Creative Commons
Arquivo