The Circle e a Dicotomia Público/Privado

The Circle, com Tom Hanks e Ema Watson, é um filme em torno de questões sensíveis, como o armazenamento e tratamento de dados, a partilha de informações nas redes sociais e a fronteira entre aquilo que é a vida privada e a vida pública online.

Até que ponto é benéfica a exposição nas redes sociais? Deve haver limites a esta exposição? Quais as consequências de se poder localizar qualquer pessoa através de aplicações? Deveremos, a pretexto de uma maior transparência, expor a actividade e a vida dos cidadãos?

The Circle é um bom ponto de partida para uma discussão sobre a Filosofia da Informação.

Pode descarregar aqui um guião de análise para trabalhar o filme com os alunos nas aulas (guião sujeito a licença Creative Commons).

Facebook Comments

Professora/Formadora. Licenciatura em Filosofia. Mestre em Comunicação Educacional Multimédia. Especialização em Igualdade de Género. Formação em Filosofia com Crianças pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e pela Associação Portuguesa de Ética e Filosofia Prática. Membro de SOPHIA – European Foundation for the Advancement of Doing Philosophy with Children. Formadora / Tutora em e-learning.

Marcados com:
Publicado em Cinema e Filosofia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Arquivo