V Congresso Luso-Brasileiro de Fenomenologia – III Jornadas Ibéricas de Fenomenologia

CALL FOR PAPERS

V Congresso Luso-Brasileiro de Fenomenologia

III Jornadas Ibéricas de Fenomenologia

Braga (Portugal), Universidade do Minho, 18, 19 e 20 de Abril de 2016

Tema: Intencionalidade e Cuidado. Herança e Repercussão da Fenomenologia

A Associação Portuguesa de Filosofia Fenomenológica (AFFEN), em ligação com a Sociedade Brasileira de Fenomenologia (SBF) e a Sociedad Española de Fenomenología (SEFE) convocam todos os interessados da comunidade de investigadores, docentes e estudantes de Fenomenologia a participar no V Congresso Luso-Brasileiro de Fenomenologia e nas III Jornadas Ibéricas de Fenomenologia, unindo, nesta ocasião, num encontro conjunto a comunidade de fenomenólogos de língua portuguesa e de língua espanhola.

O tema escolhido constitui um dos eixos conceptuais centrais da metodologia e prática fenomenológicas, desde que Husserl transformou a noção de intencionalidade – herdada de Brentano e da sua inspiração na filosofia escolástica – no que passou a considerar “imprescindível como ponto de partida e fundamento conceptual” da Fenomenologia (Ideen, III.1, 207). Heidegger considera-a como sendo a primeira descoberta fundamental da Fenomenologia (GA 20, § 5), colocando o primeiro momento da sua história em Brentano, enquanto atribui a Husserl a novidade da “intuição categorial” (2ª descoberta) e a si próprio a do que chama “o sentido original do a priori” (3º momento desta história). Esta orientação da problemática fenomenológica para a questão do tempo repercute na compreensão dos conceitos estruturais característicos da fenomenologia, permitindo ler no “cuidado” heideggeriano um sucedâneo da intencionalidade husserliana. Mas nem esta tem naquele a sua única via de enriquecimento e continuação, nem aquele se reduz à função que esta tinha em Husserl. Ambos os conceitos têm a sua história e derivas próprias, dentro da fenomenologia – pense-se na fungierende Intentionalität (Fink, Merleau-Ponty) –, mas sem se confinar a ela, embora com ela dialoguem ou polemizem. O papel do conceito de intencionalidade no âmbito da Filosofia da Mente de orientação analítica e nas ciências cognitivas são exemplo dessa situação. E também o são as atuais linhas de trabalho das chamadas Éticas do cuidado, muito embora a sua ligação com a fenomenologia não seja explícita, ao contrário da prática clínica da Análise existencial, que encontra na definição heideggeriana de Sorge uma efetiva fundamentação. O presente encontro lança como desafio a consideração tanto destas como doutras linhas de fuga da problemática, para além do tratamento destas questões no seio do próprio movimento fenomenológico, no seu desenvolvimento histórico, e na sua aplicação em diferentes contextos (Estesiologia fenomenológica, Filosofia da Arte, Filosofia prática, Filosofia do Direito, Psicologia fenomenológica, etc.), em interação com a Filosofia hermenêutica, com a Fenomenologia da Vida e com a Desconstrução, entre outras vias.

Para a organização das contribuições, a Comissão Organizadora do Congresso sugere, por isso, os seguintes eixos temáticos (lista exemplificativa e não exaustiva):

  1. A intencionalidade na fenomenologia
  2. A noção de intencionalidade na filosofia contemporânea
  3. O cuidado – outra forma de intencionalidade?
  4. Cuidado, afetividade e reconhecimento na filosofia fenomenológica
  5. Repercussão e derivas da noção de cuidado
  6. A herança clássica e medieval nos conceitos de intencionalidade e de cuidado

Além das Conferências proferidas pelos convidados da AFFEN, SBF e SEFE, o evento prevê a apresentação de trabalhos nas modalidades de Painéis Temáticos, Comunicações livres e Posters.

 

Normas para submissão :

Os trabalhos poderão ser propostos em quatro categorias:

  1. a) Comunicações em painéis temáticos com três apresentações (30 min)
  2. b) Comunicações livres em sessões simultâneas (20 min)
  3. c) Posters (estudantes vinculados a um orientador, 10 min.)
  4. d) Apresentação de livros (10 min)

As propostas de apresentação, em alguma das 4 modalidades, deverão ser submetidas num resumo de entre 300 e 400 palavras diretamente no site do congresso.

http://cehum.ilch.uminho.pt/fenomenologia

Deverão especificar no formulário da submissão a categoria pretendida (comunicação em painel ou livre, poster, apresentação de livro), o nome do autor, a filiação institucional e o grau académico, o endereço de contacto, o título do trabalho, o resumo e até 4 palavras-chave.

Data limite para envio das propostas: 10/1/2016.

Será dada informação sobre a aceitação da proposta até 18/01/2016.

Facebook Comments

Páginas de Filosofia é um projeto educativo que disponibiliza apoio didático e pedagógico a alunos e professores de filosofia. Promovemos cursos e formações presenciais, em e-learning e em b-learning.

Marcados com: , , ,
Publicado em Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Arquivo