Acção

O que é uma acção?

Aquilo que é feito intencionalmente por alguém; um acontecimento que resulta directamente da vontade de um agente Uma pessoa pode causar um acontecimento sem que o tivesse previsto, desejado ou controlado (como quando chuta uma pedra involuntariamente e esta acerta num carro) Neste caso, não se trata de uma acção. Apenas aos acontecimentos causados por alguém de forma intencional, e que têm em vista obter algum resultado, se podem apropriadamente chamar «acções» (como atirar uma pedra a um cão para o afastar do meio da estrada). O movimento corporal não é necessário nem suficiente para assinalar a existência de uma acção: é vulgar alguém fazer a acção de se defender de um cão feroz permanecendo imóvel; e há movimentos quando espirramos sem que isto represente qualquer acção.

António Paulo Costa, Dicionário Escolar de Filosofia

Facebook Comments

Licenciado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 1995, é Professor no Ensino Secundário desde 1994/5 e Formador de professores, com o registo CCPFC/RFO-38329/17. Mestre em Ensino de Filosofia (Faculdade de Letras da Universidade do Porto). Mestre em Pedagogia do e-learning (Universidade Aberta). Site pessoal: http://sergiolagoa.wordpress.com . Coeditor do site Mil Folhas -- http://www.milfolhas.net Contacto: aulas.sergiolagoa@gmail.com

Marcados com: , ,
Publicado em Filosofia da ação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Creative Commons
Arquivo